Caminhos de Fátima



Ultimamente pelos caminhos de Nossa Senhora vemos muitos peregrinos. Pela abençoada A1, A3 ou A qualquer coisa vemos manadas de crentes em busca de uma solução, que num formato americano seria um segredo.
Penso que os caminhos da fé não são suficientemente celebrados, faltam caminhos próprios cobertos por pétalas de rosa, ou mesmo pequenos tufos de nuvem nos quais poderemos saltitar até ao nosso destino.
Celebremos esta data de patins em linha, vamos marchar em calções de lycra enquanto nos musculamos. Ponham música pelo caminho e tornem-no num interminável sambódromo. Queremos tascas, musicas rascas e feirinhas. Postos médicos, centros espíritas e pensões com chatos. Alguém embale esta marcha ao som de concertina, acordeão ou adufe. Tragam vinho da pipa!!!
Fico triste porque espero, por esta data, pequenas estatuetas de santas de chocolate, um ring tone ao som do Avé Maria, cachecois com o nome do seu pastorinho preferido, livros do segredo do segredo do segredo de fátima, ou mesmo pequenas oliveiras bonsai com pequenas pombas de açucar. Por favor contem esta história em BD, vendam a história a alguém...
Nesta celebração máxima da nossa cultura espíritual, há que relembrar que nem tudo é Zé Povinho, e que por isso merece o meu respeito. Mas com limites. Não curto sangue nos joelhos, ou qualquer outra parte do corpo que seja arrastada pelo cimento com a intensão de arranjar saúde, amor, dinheiro ou outra coisa qualquer. Não quero ser embalado ao som desta lamúria dodecafónica.
Ter Fé é Pedir, Acreditar e Ter, não é esperar por alguma coisa que não se sabe o que é... Mas diga o que se disser, garanto que a tal senhora de Fátima, não veste a homónima Lopes.

Ser Portuga é Acreditar num Segredo

1 comentário:

Kimzé disse...

Não tenhais medo de Cristo!